Copa do Mundo (de Camisas) 2010 – 2º Dia

Coréia do Sul X Grécia

Jogo duro hein? Jogo duro de se ver, não só pelo futebolzinho mais ou menos das duas equipes, mas pelos uniformes apresentados. Nada a comentar, os dois são ruins. A Grécia até levou uma pequena vantagem no corte, e na cor (muito bonito esse tom de azul por sinal), mas cagou no pau em dois momentos: Primeiro as camisas estavam grandes dentro dos atletas, fica feio, mal vestido. Depois tentaram inventar uma faixinha branca no peito destacando o Brasão, bola fora, ficou sem sentido, uma coisa colocada ali por alguma secretária da Adidas que manja de Power-Point.

Resultado Final:Coréia do Sul 0 X 0 Grécia

Argentina X Nigéria

Jogão de bola. Os hermanos mataram a pau com o seu tradicional uniforme, com um corte de tecido inovador e um ótimo acabamento. O caimento também estava perfeito. O detalhe das mangas, invertendo as faixas ficou demais. E a marca do fornecedor, as tradicionais três listras nos ombros, casou perfeitamente com a camisa, sem conflitar com as listras da camisa. Ponto para a Adidas e pra Argentina.

A Nigéria, mesmo simples e conservadora, estava demais no terno verde. As camisas me lembraram muito os tempos gloriosos de Palmeiras e Guarani, na década de 70, quando as duas equipes usavam Adidas. Este ar retrô, com um corte simplesmente perfeito, deu um toque moderno. Fantástico, principalmente pelo contraste em relação ao adversário.

Um jogo tecnicamente empatado, porém a Argentina levou por causa do Don Dieguito. Ele surpreendeu ao entrar em campo com um belo terno cinza. Realmente não esperava isso dele.

Resultado Final: Argentina 2 X 1 Nigéria

Inglaterra X EUA

A Inglaterra surpreendeu pelo tradicionalismo, uma polo branca. Clássica e que funciona. Porém simples demais para uma Copa do Mundo. O que me chamou a atenção foi a gola, que possuía até botão, coisa rara em esportes. Mas este detalhe permite um acabamento melhor, um caimento mais ajustável.

Os “Tio Sams” até tentaram, as cores estavam combinando, não havia nenhuma aberração estética (mesmo não gostando da faixa transversal), mas marcaram um gol com a gola, um gol contra por sinal. O “capricho” todo que eles mostraram no desenho da camisa, na combinação de cores, merecia uma gola mais trabalhada, por exemplo, como a da Inglaterra.

É a velha história, na dúvida, fique com o clássico. Mesmo com a vantagem em cima da Inglaterra, o gol contra acabou com as chances de sucesso dos EUA.

Resultado Final: Inglaterra 0 X 0 EUA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: