E o bravo Bugre completa 99 anos

O texto a seguir foi escrito em 1961, pelo historiador campineiro Sr. João Caetano Monteiro Filho, que reproduzimos aqui em forma de homenagem ao glorioso Guarani Futebol Clube de Campinas.

“Na história do glorioso futebol campineiro, tão rica de expressivos acontecimentos, caminhando sempre na vanguarda das grandes realizações e colocando-se como magnífica trincheira do futebol paulista, uma data de alta significação está sendo condignamente comemorada.

O Guarani Futebol Clube faz aniversário. É o velho e tradicional Bugre, força propulsora e dinâmica na grandeza e no progresso do nosso esporte, agremiação sempre inspirada pelos mais altos e sadios propósitos, quem colhe mais um ano no vasto e gigantesco campeonato da existência.

Devotado a compor a sua fisionomia moral de clube e a sua personalidade jurídica como membro ativo da família do futebol bandeirante, o Guarani Futebol Clube, através de uma incessante luta, nada mais tem feito senão enaltecer a significação de si mesmo e tornar mais nobres as glórias que soube conquistar com lealdade esportiva, lisura da elegância, fidalguia dos gestos e reverência aos seus adversários.

Guiado por uma linha impecável de soberanos condutores, homens que fizeram da sua missão e das suas responsabilidades o mais intransigente sacerdócio esportivo e moral, o Guarani Futebol Clube, mesmo no eclodir proceloso das tormentas, no vergastar revolto das tempestades, jamais desmentiu a alta estirpe dos seus homens e renegou a sua posição e qualidade. Sua fibra, determinação, coragem e persistência, dizem bem do heroísmo de uma raça relembrada na denominação do seu próprio nome e enaltecida como por um dever de respeito e consciência.

Grande alegria representa a data natalícia do Guarani Futebol Clube. Porque ela, antes de significar a complementação singela e comum de mais um ano de vida, é o símbolo de sua própria grandeza, o marco brilhante e indestrutível na história humana e esportiva do futebol campineiro e nacional, agora que atinge vitoriosamente infindáveis anos de realizações gloriosas.”

O jornalista João Caetano Monteiro Filho (1925-1993) trabalhou nos jornais Correio Popular e Diário do Povo como redator e editor de Esportes e no jornal City News, como cronista social.
Foi membro da Associação Campineira de Imprensa e, participou ativamente nos clubes Cultura Artística, Sociedade Hípica de Campinas e Club Regatas de Natação. Foi fundador do Rotary Club de Campinas Sul e diretor do Lions Club de Campinas Norte.
Tendo em vista que até pouco tempo atrás não havia uma preocupação por parte dos órgãos da imprensa campineira em manter um arquivo das fotografias que produziam, João Monteiro constituiu sua coleção através da coleta nos jornais nos quais trabalhou, os quais jogavam fora as fotografias depois de publicadas. Vale lembra que esta prática resultou no descarte de boa parte da memória fotográfica da cidade de Campinas.
Basicamente, sua coleção possui fotografias referentes ao esporte na cidade, eventos sociais, pessoas da sociedade local, artistas, políticos e personalidades.
João Monteiro também realizou uma pesquisa sobre os nomes das ruas de Campinas, que se encontra nos Arquivos Históricos do CMU.

Informações extraídas do Centro de Memória da Unicamp.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: