O Fim da Corrida Maluca 2009

Último dia do ano! Dia de fazer promessas e tentar pagar as últimas dívidas. Resolvi começar por aqui, atualizar esta bagaça e “prometer” mais atualizações.  Foram poucos os textos desde a criação deste blog, assim como foram poucos também os dias com tempo para escrever, para prospectar, para refletir. Assim foi 2009, um ano maluco e é sobre ele que eu quero escrever um pouco.

2009 foi “Foda“. Essa é a única definição que encontrei, uma palavra de vários significados, de vários sentidos. 2009 foi “Foda” porque foi difícil. 2009 foi “Foda” porque vencemos as batalhas.

Ano que começou com uma crise vinda não sei de onde que chegou aqui como uma “Marolinha” e virou uma recessão especulativa, isso fodeu o início de 2009, assim como desentendimentos políticos que me levaram a sair do que eu chamava de “Emprego”. Foi “Foda” sair, derrotado pela política, mas vencendor, pois fui Homem, honesto e fiel aos meus princípios. Fui chamado de intolerante, de burro, de impaciente e cabeçudo. Tudo bem, minha decisão estava tomada e não iria voltar atrás, pedi pra sair mesmo…. Os meses seguintes foram difíceis, neste País é “Foda” começar do Zero. Mas mesmo assim foi o que fiz, meti as caras no mercado, montei a Vergilio Marketing, Cerveja & Futebol e comecei a trabalhar…foi “Foda“. Muitos contatos, muitos cafézinhos, muitas noites de insônia, um stress “Foda” que acabou levando ao fim de meu relacionamento. O primeiro semestre foi “Foda“.

Foi um ano que bebi relativamente pouco, na verdade bebi pouco mesmo.

Mas o tempo passou e os contatos começaram a florescer e com eles vieram as vitórias, que no fundo é isso que ficará deste ano “Foda“. Parcerias de sucesso, bons clientes e muitas idéias inovadoras num mercado acostumado com a mesmice. Loucura que fez sucesso. Dentre outras coisas licenciamos vinhos, cervejas e roupas junto à grandes marcas e instituições. Voltamos nosso  departamento de Design para o mercado internacional, fizemos trabalhos na Argentina, Canadá e Itália.

O mais legal desse segundo semestre “Foda” foram as ações de Marketing buscando a tão sonhada Mídia Espontânea. Nei Paraíba, ao vivo, no Globo Esporte, usando nossa camisa….. foi “Foda” o retorno.  O acesso do Guarani, com o vice Campeão Brasileiro da Série B também foi “Foda“, alavancou a venda dos nossos vinhos licenciados com a marca do Clube.  Paulo Xisto também foi “Foda“, deixou claro que 2010 começará diferente, com certezas e com o caminho traçado.

Para 2010 virá a Sepulwiess, uma cerveja de trigo com a marca do Sepultura. Ainda na linha de cervejas teremos outras novidades.

Não ganhei o dinheiro esperado, não comprei o carro que eu queria, não mudei para uma casa maior e não perdi a esperança no meu trabalho. A coisa esta crescendo e evoluindo. 2010 também será “Foda”.

Para finalizar este desabafo, vou colocar pequenos trechos de um texto do Flávio Gomes que eu li hoje e encontra-se na íntegra aqui.


“2009 se vai sem deixar saudades. Como todos os outros anos. Para lá na frente olharmos de novo pelo retrovisor e sentirmos saudades deste e de todos os outros anos. Filosofar sobre um ano que acabou é outra grande merda.
…..
Um olhar otimista, sem dúvida. Se isso é o melhor que pudemos fazer, somos uns fracassados. Nossas vidas são feitas de pequenas alegrias, instantâneas e fugazes, e dores intermináveis. Tristeza não tem fim, felicidade sim. A história da humanidade pode ser resumida nessa frase. Ninguém precisaria escrever mais nada.
….
Eu queria morrer vendo Kung Fu no videocassete e ser capaz de afirmar que esse cara é um grande artista. Queria morrer vendo episódios antigos de As Panteras, para achar que aquela lá está cada vez mais linda. Queria morrer viajando num Gurgel para dizer que o cara que criou esse carrinho é um gênio. Queria morrer escutando Guantanamera para garantir a quem quisesse me ouvir que essa mulher canta essa música como nenhuma outra.
….
Queria morrer dizendo os verbos no presente, mas a cada ano que passa, eles vão para o passado. E eu vou ficando, cada vez mais só num mundo que não é legal, não. A cascata que escrevi para meu filho era só isso, uma cascata para enganar uma criança que ainda não sabia ler….”

É isso ai, ano que vem, logo logo, tem mais. Desta vez prometo atualizar.

Feliz Ano Novo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: