Rótulos de Cerveja. Como fazer?

UPDATE: Fev/2011 – Clique Aqui

Começo hoje uma série de posts voltados para os pequenos produtores de cerveja e micro-cervejarias interessadas em vender seus produtos no mercado. Meu foco será a parte do que chamamos vulgarmente de “marketing”. Digo vulgarmente porque abrangeremos muito mais do que estratégias ou ações de vendas. Vamos falar de peças promocionais, divulgação, brindes, rótulos e outros dispositivos para se promover e consolidar uma marca no mercado cervejeiro. Tentarei ainda manter uma linha cronológica de ações. Não se pode fazer as fotografias de divulgação antes do rótulo, assim como não podemos fazer o “folder” de apresentação antes das fotos. Vou ainda partir do princípio que sua cerveja já está pronta para ser engarrafada. Outra suposição que farei é de que sua cerveja já tem nome e Logotipo.

Infelizmente o mercado nacional não nos dá muitas opções de garrafas, restringindo-nos a três modelos apenas: a tradicional (aquelas da Skol, Antartica e etc…) e a que conhecemos como “bujãozinho”, as parecidas com as Baden Baden e Therezópolis e as ainda cônicas (esta com 970 ml), como as da Petra..Apenas para efeito de curiosidade os nomes técnicos das garrafas são: Cerveja 600 ml OW, para a bujão, e Genérica 600 ml para a padrão. (fonte: www.verallia.com.br – neste site além de fotos, é possível ainda obter o desenho técnico das garrafas)

O rótulo é a roupa do produto. É ele que vai dar o destaque necessário para atrair a atenção do consumidor, principalmente hoje, onde seu produto ficará exposto lado a lado com centenas de outras garrafas de cerveja.

Quando falamos de cervejas, não existem no mercado muitas variações, e a maioria segue um mesmo padrão. Mas nem por isso podemos “aparar” a criatividade e nos limitar na hora de criar um rótulo. Não pretendo aqui ensinar como fazer um bom e criativo rótulo, apenas nortear o trabalho para a confecção de um rótulo coeso e que não passe desapercebido dos olhos dos consumidores. Na verdade minha intenção é evitar erros comuns.

Inevitavelmente acabarei usando algum termo técnico, tentarei evitar isso ao máximo, mas estou a disposição para quaisquer dúvidas e esclarecimentos. As dicas que escreverei abaixo não são regras, mas ajudarão muito se segui-las na confecção de seus rótulos de cerveja.

Preços:

Clique aqui para saber quanto custa o rótulo

Formato:

O formato do rótulo (oval, quadrado, retangular, facas especiais….) não importa muito, é claro que formatos que fogem do convencional acabam chamando mais a atenção, mas isso nem sempre resulta em interesse ou elogios, é necessário muita criatividade para ser legal e não cair no exagero ou na grosseria. Sempre aconselho meus clientes a manterem os básicos, retangulares ou ovais.

Para uma garrafa de 600 ml, por exemplo, o importante é que a área de impressão não ultrapasse os 10 cm de altura por 9 de largura. Não exagerar na altura é fundamental para que o consumidor veja o líquido da garrafa. Se ele for muito alto, acaba escondendo o conteúdo. Na largura a questão é um pouco mais complexa: As garrafas são redondas, se o designer exagerar na largura, ele fatalmente interferirá na leitura do mesmo. Quanto mais largo for o rótulo, maior será a área escondida nas “laterais” da garrafa. Com os 9 cm de largura, a curvatura da garrafa ainda permite a leitura de toda a área impressa.

Cores:

Não existe uma regra, norma ou lei a respeito das cores dos rótulos de cervejas. Eu mesmo já criei um rótulo azul para uma cerveja de trigo. É muito mais importante a criatividade do que a cor. Mesmo assim, o mercado segue um padrão, constatado através de pesquisa, que é o seguinte:

Cervejas tipo Pilsen: Fundo branco ou amarelo, com detalhes em vermelho.

Cervejas tipo Weiss: Fundo bege (amarelo claro) com letras e detalhes em marrom.

Cerveja tipo Escura: Preto e marrom café.

Cerveja tipo Red: Vermelho com bordô e rosa.

Cerveja tipo Stout: Aqui cabem umas variações. A mais famosa Stout do mercado é a Guinness, que usa rótulo preto, em conformidade com a cor da cerveja. O preto acaba sendo muito utilizado em rótulos de cervejas Stout. Mas por um outro lado, a Stout tem origem Irlandesa, assim o verde escuro (para ornar com o liquido) acaba sendo muito utilizado. Consequentemente a combinação Preto e Verde, acaba sendo muito bem vinda.

Cerveja Tipo Ice: Azul, em referencia as geleiras árticas. O azul também é utilizado na maioria das cervejas sem álcool do mercado.

Como disse anteriormente, isso não é regra, é apenas uma referencia afinal, a Heineken é verde, na Antartica predomina o azul e outras tantas por ai.

Destaques:

Quando se faz um rótulo, o que tem que aparecer é o nome da cerveja em primeiro plano, e depois seu tipo. Informações como “edição limitada”, “comemorativa” e etc. devem ser secundárias, não interferindo ou conflitando com o nome do produto.

Muitos pequenos produtores destinam sua produção à empresas, que distribuem as cervejas em forma de brindes promocionais, principalmente na época de festas de fim de ano. Neste caso, o destaque tem que ser para o logo da empresa, é interessante mantê-lo em destaque.

Impressão:

Ter uma rotuladora automática de garrafas ainda é um sonho distante para os pequenos produtores de cerveja. Seu alto custo, e a pequena produção mensal, não justificam o investimento. Sendo assim, a maioria das Micro cervejarias acabam imprimindo seus rótulos em máquinas planas, aquelas normais de gráfica. Isso não é tão ruim assim, pois estas gráficas estão acostumadas ao mercado publicitário e geralmente se esmeram no padrão de qualidade e acabamento.

Como conselho eu sugiro a impressão em papel adesivo, do tipo couché. Geralmente as gráficas entregam as folhas (tamanho A4) com 4 rótulos (dois jogos de rótulo e contra rótulo). É uma quantidade legal e que facilita muito a manipulação na hora da colagem.

Acho interessante um acabamento chamado verniz UV, é uma fina película plástica, que além de aumentar o brilho do rótulo, ainda protege por mais tempo. Lembre-se: cerveja vai na geladeira, em baldes de gelo e etc… é importante pensar em proteção contra umidade. Este é o motivo pelo qual não aconselho papéis sem nenhum tipo de acabamento ou os papéis do tipo reciclados.

Antes de contratarem uma gráfica, peça o portifólio deles, pergunte se já fizeram rótulos, analisem seus clientes. Não custa nada fazer uma visita pessoal. Peça para conhecer a produção. Sempre haverá pilhas de papéis impressos para outros clientes. Uma breve “folhada” nestes trabalhos será o suficiente para ver o padrão de qualidade da gráfica. É muito comum,em uma tiragem de mil exemplares por exemplo, grandes diferenças na tonalidade do trabalho, sempre tem um lote mais claro ou mais escuro. Cuidado com isso, seus rótulos tem que ter TODOS a mesma tonalidade. Como frequentador de gráfica, há mais de 18 anos, eu aconselho a experimentarem o cafézinho servido na linha de produção. Uma experiência única.

Informações obrigatórias:

Aqui vou separar em três categorias de informações, as Principais, as Secundárias e as Frases Obrigatórias. Vou separar apenas para facilitar na confecção do mesmo. É importante ressaltar que todas elas são obrigatórias. Todo rótulo de cerveja deve conter as seguintes informações:

Principais:

Nome da Cerveja;

Tipo (pilsen, weis…);

Teor Alcoólico;

Conteúdo da embalagem.

Secundárias:

Razão Social do Fabricante;

CNPJ do fabricante;

Registro no Ministério da Agricultura (MAPA) do fabricante e do produto;

Telefone de atendimento ao consumidor;

Composição da cerveja;

Informações sobre transporte e acondicionamento;

Validade e Lote.

Frases Obrigatórias: Separei este tópico pois ele é um tanto quanto delicado. As frases abaixo são obrigatórias e com necessidade de destaque. Porém o destaque pode apenas ser um Negrito ou uma Sublinhamento ou até mesmo uma Cor diferente.

Aprecie com moderação

Produto destinado a maiores de 18 anos

Contém Glúten

Não se esqueça também de solicitar o código de barras específico do produto (seu contador saberá orientá-lo). Este código é o primeiro requisito para colocar sua cerveja nas prateleiras de qualquer mercado.

Importante ressaltar também que a falta de qualquer uma destas informações, acarretará em apreensão do produto pela Vigilância Sanitária ou seja, dificilmente o comerciante irá comprar sua cerveja correndo o risco de perder a mercadoria na primeira fiscalização.

Na prática:

Agora que já temos uma pequena fundamentação, como iremos montar o rotulo? Eu geralmente faço da seguinte maneira: Separo em Rótulo e Contra Rótulo.

No Rótulo (da frente, no formato máximo de 10 X 9 cm) coloco as informações Principais, no Contra Rótulo, geralmente com uma área pouco menor que o rótulo, coloco todas as demais informações. As grandes indústrias, para dificultar mesmo, colocam as informações sobre o fabricante na tampa metálica. No nosso caso é praticamente inviável fazer isso, pois para se personalizar as chapinhas, são necessárias a compra de um lote mínimo, que ultrapassa as 100 mil unidades.

Como capricho, podemos ainda pensar em colares e lacres para as tampas.

Como disse anteriormente, não existem regras para se criar bons rótulos de cerveja. Coloquei aqui apenas algumas dicas para facilitar o trabalho. Fica aberto também o espaço para quem quiser acrescentar alguma informação, retificar alguma falha ou ainda pedir ou dar informações.

Meu e-mail é: robson@vergilio.com.br

Dicas para impressão em gráfica: Clique Aqui

About these ads

Tags: , , , , , ,

19 Respostas to “Rótulos de Cerveja. Como fazer?”

  1. Francisco Says:

    .
    .
    .
    .
    Olá. Tudo bem?!
    .
    Eu tenho uma pequena questão q parece insolúvel para mim, mas talvez vc possa me ajudar.
    .
    Q tipo de impressão é ideal para rotular uma pequena produção de cachaça?
    .
    Floxogravura? Orçei e achei muito cara…estou ajudando um amigo q é micro produtor. Ele detem poucos recursos.
    .
    Qual dica vc me daria?
    .
    Desde já agradeço.

    • robsonvergilio Says:

      Prezado Francisco, boa tarde,

      antes de mais nada gostaria de agradecer os elogios e me solidarizar com você quanto a dificuldade de se manter um Blog, confesso que as vezes caio na mesmisse, mas vamos ao seu problema:

      Flexografia é um sistema de impressão utilizado para grandes tiragens, geralmente acima dos 100 mil exemplares. pequenas tiragens ficam praticamente inviáveis financeiramente.

      Não vi o rótulo em questão, não sei se tem fotos, desenhos complexos e etc… de qualquer forma a impressão plana, do tipo off-set (de gráfica comum) é o que melhor se adaptará a sua necessidade. para você ter uma idéia do acabamento, veja este link:

      http://2.bp.blogspot.com/_9AmkBfUs4Kg/S7KddYe4-rI/AAAAAAAACgg/SLrVmH1Jia4/s1600/SEPULTURA_WEISSBIER_caixa.jpg ,

      é da cerveja do Sepultura. A produção gráfica deste rótulo foi feita por mim. O que eu utilizei? impressão off-set em 4 cores, em papel couché auto adesivo, com acabamento em verniz UV total. O conjunto (rótulo, contra-rótulo e lacre superior) custou bem menos de R$1,00.

      Agora, voltando ao seu caso, é uma cachaça certo? Pense em algo rústico, com uma única cor, ai você poderá imprimir em Tipografia, aquelas antigas máquinas de gráfica, vai dar um acabamento super legal e nostálgico. Imagina um papel amarelinho (envelhecio) com uma impressão marrom escura em cima? E mais, se a opção for pela rusticidade, dispensará acabamentos plásticos (o verniz no caso). Vale lembrar também que geralmente garrafas de cachaça sofrem menos que as de cerveja, logo não há tanta necessidade de se preocupar com resistencia do material.

      Espero que tenha ajudado. Qualquer dúvida é só escrever.

      Abraços

  2. adriano Says:

    bom dia . sou fabricante de facas para rotulos de grande quantidade. gostaria que me inticace alguns nomes de graficas ,ja que esta neste ramo muito obrigado. ferramentaszamboni

  3. Como fotografar cervejas « Marketing, Cerveja & Futebol Says:

    […] continuidade à série de posts para pequena cervejarias, agora que temos o rótulo pronto, chegou a hora de começarmos a preparar nosso material de divulgação e para isto, vamos precisar […]

  4. Rogerio Teixeira Says:

    Ola bao tarde!
    Obrigado pelas dicas muito importante para quem esta começando.
    Gostaria de saber onde foi empresso o rotulo e o lacre da cerveja que voce desenvolveu, se possivel gostaria de ter o contato.
    Gostaria de saber tambem se voce tem quem faça as caixas de papelão para 6 unidades de 600ML, tenho pesquizado mais os custos ficam muito alto, se possivel contato.
    Agradeço muita saude.

  5. Rótulos de Cerveja. Como fazer? - Sierra Pelada Craft Brewed Ales Says:

    […] 11:09 PM sob a(s) categoria(s) Cerveja. Você pode acompanhar as respostas desse post através do RSS 2.0feed. Você pode responder, ou rastrear de seu próprio […]

  6. Os números de 2010 « Marketing, Cerveja & Futebol Says:

    […] O seu dia mais activo do ano foi 2 de agosto com mais de 1000 visitas. O artigo mais popular desse dia foi Rótulos de Cerveja. Como fazer?. […]

  7. Rõmulo Says:

    Olá Parabéns pela matéria, gostaria de saber qual a gramatura utilizada na impressão e por acaso você sabe onde poderia fazer uma impressão de maço de cigarros, sabe onde encontro um template disso, estou começando a fazer artes fictícias para filmes.

    Obrigado abraços

    • Robson Vergilio Says:

      A gramatura depende do material utilizado, no caso dos kits, que são em papel auto adesivo, a gramatura é 190g/m². Sobre cigarros não tenho nada, mas é algo que me parece bem simples, basta pegar um maço e abrir a embalagem, com isso você consiguirá extrair o template.

      Abraços,
      Robson

  8. letreros luminosos Says:

    letreros luminosos…

    […]Rótulos de Cerveja. Como fazer? « VERGILIO Rótulos Especiais[…]…

  9. Miranda Says:

    Robson, minha produção artesanal de cerveja está sendo bem aceita no mercado. O que mais me atrasa no processo é a colagem dos rótulos. Precisarei de uma maquina. Vc tem conhecimento sobre isto? Abraço.

  10. Andre Says:

    Boa noite, parabéns pelo blog, gostaria de saber se há no mercado maquinas em que eu mesmo consiga imprimir minha logo, pois trabalho com uma mini cervejaria e trocamos as tampas constantemente impossibilitando a compra de uma grande quantidade !

    Abraco

  11. Daniel Says:

    Qual deve ser o tamanho (cm)de um rotulo retangular para um garrafa Long Neck?

    Obrigado desde Já

  12. Clara Says:

    Boa tarde,
    Muito interessante seu texto! Me ajudou bastante.
    Gostaria de saber se você saberia me dizer quando temos que colocar o código de barras. Como faço para gerar e colocar?

    Att.

    Clara

    • Robson Vergilio Says:

      Clara, o código de barras não é uma exigência legislativa, mas sim uma convenção mercadológica. Se você pretende vender sua cerveja terá que por, pois a maioria dos comércios se utilizam dos códigos para realizarem suas operações. Seu contador saberá lhe informar como gerar um código, mas basicamente você precisa entrar com seu cnpj, e cadastrar-se no sistema de geração (EAN ou GLN), pagar uma taxa que não é muito barata, e pronto, eles te liberam o cógido numérico. A partir daí, você pode gerar a imagem dele, existem diversos programas que fazem essa imagem, até o Corel Draw. De uma olhada neste site: http://www.gs1br.org

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 115 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: